Jejum intermitente – Passo a passo para iniciantes (EMAGREÇA COM SAÚDE!)

O jejum intermitente está cada vez mais em evidência como uma ferramenta que possibilita o emagrecimento saudável e rápido.

No entanto, para ter o resultado desejado é preciso iniciar a dieta da forma correta. Fazendo uso de estratégias que possibilitam nutrir o corpo e manter um déficit calórico saudável com a prática de jejum. Para que o organismo responda eliminando gordura de forma acelerada.

Nós vamos te explicar o que é jejum intermitente, como fazer e quais princípios seguir para que seja possível emagrecer com saúde.

Entenda o funcionamento do jejum intermitente

Jejum intermitente

O jejum intermitente consiste em consumir alimentos por uma janela de tempo durante o dia e interromper esse consumo no restante das horas que completam o dia.

Existem vários protocolos que delimitam diferentes períodos de jejum, podendo chegar a até 24 horas de jejum.

No entanto, o mais saudável para os iniciantes é o método 16:8, que permite 8 horas de janela para consumir alimentos e solicita 16 horas de jejum.

Dentro das 16 horas de jejum estão incluídas as 8 horas de sono noturno, possibilitando que a pessoa consuma alimentos até as 20h e volte a consumir a próxima refeição ao 12h do dia seguinte, por exemplo.

Durante as 24 horas é importante beber água, mantendo a hidratação. Também é permitido consumir chás e café sem adoçar. E no período de refeições é indicado consumir vegetais, legumes, cereais integrais, frutas e uma alimentação saudável em geral.

É importante manter uma alimentação saudável

Muitas pessoas cometem o erro de acreditar que o período em jejum é suficiente para queimar gordura e que a janela alimentar pode ser usada como preferir.

Quando na realidade, o objetivo é consumir uma alimentação saudável e equilibrada durante todo o período liberado. Para que o corpo tenha bons nutrientes disponíveis, possibilitando que o período de jejum se torne cada vez maior sem prejudicar as funções vitais do organismo.

Consumir frutas, legumes e verduras variados, possibilita que o corpo esteja em boas condições nutricionais, facilitando a eliminação da gordura.

As porções de alimentos naturais também são pobres em calorias, possibilitando a sensação de saciedade mesmo que consuma poucas calorias.

O que vai ajudar a acelerar a perda de gordura sem precisar sentir fome. Além disso, comer alimentos que saciam antes de reiniciar o jejum é importante para evitar fome excessiva durante a janela que estará sem comer.

Beba água durante todo o jejum

É muito comum que os iniciantes cometam o erro de fazer jejum sem beber água. No entanto, isso acaba prejudicando a saúde por gerar desidratação.

Pessoas que praticam atividade física devem consumir 0,50 ml de água por quilo de peso corporal. Enquanto os que são sedentários devem consumir 0,30 ml de água por quilo.

Faça as contas e fracione o consumo ao longo do dia. Beber água ajuda a conter o excesso de fome. Bem como, garante disposição para as atividades do dia a dia, hidrata a pele e cabelos.

Durante o período dedicado ao jejum também é possível tomar chás e café sem adoçar. Possibilitando a aceleração do metabolismo com chá verde, cafeína e chá de hibisco. Processo que é interessante para ajudar a queimar mais rapidamente a gordura e acelerar o emagrecimento.

Leia também: Dieta do carboidrato – Dieta para emagrecer e melhorar a saúde

Em quanto tempo poderei prolongar o jejum?

É importante sempre ressaltar que, cada pessoa naturalmente se adapta ao método de uma forma. Isso significa que, o processo deve ser individualmente analisado.

Quem já tem o hábito de acordar e pular o café da manhã, tem mais facilidade se adaptar ao protocolo de jejum intermitente, deixando para comer apenas no horário do almoço.

Diferentemente de quem tem o hábito de acordar e comer às 6 horas da manhã. Portanto, é necessário iniciar o protocolo, fazendo jejum um ou dois dias por semana com o objetivo de adaptar o corpo.

Ao perceber que se sente bem fazendo jejum, a pessoa pode criar o hábito de manter o jejum todos os dias da semana, adaptando o organismo ao novo hábito. Após 15 dias estabelecendo o jejum todos os dias, já é possível começar a testar a ampliação do jejum em alguns minutos ou uma hora a mais.

Sempre analisando as reações do corpo, percebendo se existe sensação de fraqueza, se apresenta dor de cabeça ou outras reações indesejadas.

A quebra do jejum intermitente é uma refeição importantíssima

A refeição usada para quebrar o jejum intermitente, é de suma importância para nutrir o corpo. Os jejuns devem ser quebrados com refeições coloridas e nutritivas.

Quanto mais balanceada é a refeição que interrompe o ciclo de jejum, mais benéfica ela será ao organismo.

Quem interrompe o jejum intermitente na hora do almoço, deve aproveitar a refeição para colorir o prato com saladas, encerrar e refeição consumindo uma fruta e usufruir de toda a saciedade promovida pelas fibras.

A próxima refeição só deverá ser feita quando sentir fome. Mantendo um jejum curto de 3 a 4 horas entre uma refeição e outra de acordo com seu apetite.

É muito importante evitar a percepção de que tem direito a comer mais que o habitual por ter feito tantas horas de jejum. Esse é um sabotador que costuma dificultar a perda de peso.

Sentirei muita fome durante o jejum intermitente?

É comum ter dúvida em relação ao apetite. No entanto, quem começa o jejum intermitente irá aprender na prática que existe a fome emocional e a fome fisiológica de fato.

A fome fisiológica é muito fácil de controlar, podendo consumir mais água, café ou chás para driblar essa fome. Em geral, no início o que mais incomoda é a fome emocional, que é na verdade o desejo de comer algo pelo sabor ou pela sensação de estar comendo.

Após aprender a lidar com essa sensação, os jejuns ficam naturalmente mais longos sem nenhum esforço. Uma vez que, a pessoa desenvolve a habilidade de lidar com a fome emocional, dando a devida atenção somente para a fome fisiológica visando interromper o jejum prolongado.

Que tal experimentar e começar a emagrecer? Veja aqui os principais protocolos para iniciar o Jejum intermitente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.